Eu estou aqui:   Início >> ACTIVIDADES >> CONGRESSOS APMD
Facebook Image

CLICA PARA VESTIR A CAMISOLA!

CLICA PARA VESTIR A CAMISOLA!

News Feed

CONGRESSOS APMD

I Congresso Internacional Mulheres e Desporto

i_congresso_apmd

O I Congresso Internacional Mulheres e Desporto: agir para a mudança, teve lugar nos dias 23, 24 e 25 de Setembro, em Lisboa, no Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) e teve o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e da Comissão para a Igualdade e para os Direitos das Mulheres.

Cerca de 87 participantes discutiram as barreiras no acesso e na progressão das mulheres no desporto e as formas de as ultrapassar, algumas das quais integram a Declaração Mulheres e Desporto – Lisboa, 2003.

Durante os 3 dias de trabalho foram aprofundados vários temas com maior incidência nas áreas temáticas da Direcção do Desporto, da Comunicação Social, Educação Física, da Saúde e Recreação, do Futebol e da Comunicação Social. Foram apresentadas, por especialistas nacionais e estrangeiras/os (França, Noruega e Reino Unido), 28 comunicações, 3 debates e 4 conferências.

Os temas eleitos para os debates contaram com presenças importantes. Para o debate “Alta Competição: as consagradas e as outras”, moderado por Maria José Carvalho, vice-presidente da APMD, estiveram presentes as atletas Susana Feitor, Manuela Machado, Anabela Silva e Raquel Pinto, as treinadoras Maria do Sameiro Araújo e Graça Simões, e ainda Basil Ribeiro do Centro de Medicina do Porto e a enfermeira Maria Augusta Silva.

Teresa Joaquim, professora da Universidade Aberta moderou o debate “Construção Social do Corpo: feminilidades” onde participaram Lígia Amâncio (ISCTE), Rui Garcia (FCDEF) e Kari Fasting (Universidade de Oslo).

O último debate “Dirigir: o sexo dos anjos”, moderado por Isabel Cruz, vive presidente da APMD, contou com as presenças de Ana Maria Cabral (A. Andebol de Lisboa), Conceição Diogo (A. Futebol de Coimbra), Sandra Mira (A. Árbitros de Futebol) e Fernando Mota (Federação de Atletismo).

 

1. Caracterização das/os participantes:

Participaram nos trabalhos deste congresso 87 pessoas – 74 mulheres (85%) e 13 homens (15%), sendo 35 associadas (40%).

A maioria da participação foi portuguesa (81 - 93%). Participaram ainda 6 pessoas de países estrangeiros (7%): França (2); Moçambique (2); Reino Unido (1); Noruega (1)

 

A participação portuguesa foi de âmbito nacional – 10 distritos e região autónoma dos Açores:

Ponta Delgada (2), Braga (4), Coimbra (1), Faro (1), Leiria (2), Lisboa (43), Portalegre (1), Porto (23), Santarém (1), Setúbal (6).

 

2. Impacto na imprensa escrita:

Esta realização teve uma cobertura razoável na imprensa escrita, nomeadamente nos jornais desportivos.

Foram publicadas algumas notícias e artigos de opinião, quer em jornais generalistas – nacionais e regionais – quer em jornais desportivos, num total de 14 referências.

 

Generalista:

  • Diário de Noticias (2 artigos)
  • Correio da Manhã (1 artigo)
  • Notícias da Amadora (2 artigos).

 

Desportiva:

  • A Bola (1 artigos);
  • Record (1 artigo)
  • O Jogo (5 artigos);
  • Desporto Madeira (1 artigo)
  • Sporting (1 artigo)

 

II Congresso Internacional Mulheres e Desporto: agir para a mudança

ii_congresso

A Associação Portuguesa Mulher e Desporto [APMD] e a Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física, da Universidade do Porto [FCDEF-UP], organizaram o II Congresso Internacional Mulheres e Desporto: agir para a mudança, que decorreu nos dias 5,6 e 7 de Novembro de 2003.

Durante os trabalhos foram aprofundados vários temas com maior incidência nas áreas temáticas da Educação Física, da Saúde e Recreação, do Futebol e da Comunicação Social. Foram apresentadas, por especialistas nacionais e estrangeiras/os [Brasil, Estados Unidos, Espanha, França, Reino Unido e Suíça], 18 comunicações, 39 posters e 3 conferências, e realizados 3 debates.

Face ao importante número de trabalhos a publicar, optou-se por os repartir em dois volumes. Neste primeiro volume dá-se a conhecer os trabalhos relativos à quase totalidade dos posters.

A presente obra deixa transparecer a variedade de lentes com as quais se pode observar e estudar a temática Mulheres e Desporto, mostra o caminho percorrido e deixa vestígios, trilhos e percursos para o futuro da investigação numa área onde Portugal se encontra ainda numa fase inicial.

É assim com satisfação que se dá voz aos/as diferentes autores /as, conscientes do papel determinante do desporto na formação de crianças e jovens e se recomenda a todas/os profissionais a adopção de novas perspectivas pedagógicas e didácticas que permitam às raparigas e às mulheres uma participação desportiva ao longo da vida.

A Presidente da A.P.M.D
Paula Botelho Gomes

 

> VER ÍNDICE DOS POSTERES

 

 

III Congresso Internacional Mulheres e Desporto

iii_congressso

> PROGRAMA


Saudações enviadas ao 3º Congresso:
Deputada Ilda Figueiredo
Movimento Democrático das Mulheres 
Organização das Mulheres Comunistas 
Posição Pública

Comunicações apresentadas:


Conferências
O Deporte Galego Crecendo en Igualdade.
Políticas Públicas de Igualdade de Xénero no Goberno Galego.
Marta Souto González. Directora Xeral para o Deporte, Xunta da Galicia, Espanha

Mulheres e desporto: tendências da produção acadêmica no Brasil.
Silvana Vilodre Goellner. Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil

Acciones para promover la igualdad de género en la Educación Física y el Deporte.
Emília Fernandez Garcia. Facultad de Educación, Universidad Complutense de Madrid, Espanha

 

Comunicações
Desporto e Género na formação incial para a docência na Educação Física
Paula Queirós; Paula Botelho-Gomes; Paula Silva. Faculdade de Desporto, U.P.

Género e a Avaliação em Educação Física - a percepção de discentes
Ana Gomes MSc; Paula Silva PhD

Raparigas – as mais (in)satisfeitas com a disciplina de Educação Física?
Isabel Condessa. Universidade dos Açores

Programas de Actividade Física na Terceira Idade. Aplicação de um modelo de gestão da qualidade – focalização no cliente.
Ana Isabel Marques, Doutoranda em Actividade Física e Saúde, Faculdade de Desporto, U.P. Pedro Soares, Professor Titular da Escola Secundária José Estêvão, doutorado em Gestão do Desporto.
Joana Carvalho, Professora Associada da Faculdade de Desporto, U.P.

Treinadoras: Conhecer a situação, Reflectir sobre a realidade (Um esboço…).
Cristina Matos Almeida, socióloga.

A tentação dos enunciados: Desporto nos Planos Nacionais para a Igualdade.
Isabel Cruz

Asociación de Mulleres Deportistas Galegas
MUDEGA


Não te cales!Não te cales! Exige a igualdade de prémios no Desporto! Clica para denunciar >>